Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ilustração - Celia Calle


O melhor...

18.09.18

... do ano foi conhecer pessoalmente a minha sobrinha. Bem sei que o ano ainda não acabou, mas muito dificilmente haverá acontecimento capaz de superar a sensação de abraçar, de cheirar, de afagar e beijar a primeira filha do meu único irmão. Eu já tenho sobrinhos, mas são todos filhos dos irmãos do meu marido, adoro-os, mas de facto, não há comparação possível, o meu sangue também lhe corre nas veias. Ela está longe, longe demais e por isso é que só agora é que tive a oportunidade de a ter nos braços. E foi tão boooommmmm! Agora é só esperar pouco mais de dois meses para poder voltar a deliciar-me.

IMG_20180915_141929.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:59

... o que é que tens feito, Quarentona? Então, quando consigo emergir do mar de trabalho em que estão a tentar afogar-me (lamentável que para essa inundação não haja o contributo de um dilúvio de dinheiro...), ando por aí a explorar o fascinante mundo da fotografia (abençoada a alma que se lembrou de incluir câmaras fotográficas nos telemóveis)

10D4B304-7E2B-4C0B-AE30-9B0A8A1B55CD.jpeg

A2928BFA-BBBB-4FBA-B24A-C0D4A4CDAB4B.jpeg

44FD20B7-B934-4FB2-A7F5-F828300593AF.jpeg

Confesso-vos que tenho tido muito pouca vontade de escrevinhar por aqui, como diz um amigo meu “é prácabar”...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:06

Um ano...

16.08.18

... sem o teu sorriso, sem o teu abraço, sem as tuas gargalhadas, sem as tuas implicâncias, sem as nossas conversas, sem os nossos arrufos, sem as nossas refeições em que tu fazias questão de me servir o melhor vinho, sem as tuas anedotas, sem as tuas lágrimas perante as minhas lamechices, sem as tuas teimosias, sem as tuas larachas, sem as tuas histórias, sem o teu colo...

AE55A2B3-A52F-4043-B0EB-1F75CEA5F909.jpeg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:04

É na...

13.08.18

... praia que recarrego as minhas baterias, é na praia que esvazio o meu saco para poder voltar a encher de merdas que me chateiam enormemente e assim conseguir manter o meu equilíbrio mental. Adoro a praia em qualquer canto do mundo, mas as do sul de Espanha enchem-me realmente as medidas, este ano não foi exceção. Fomos pela primeira vez a Almería e as suas praias são de tal forma retemperadoras que me ficam coladas na memória...

DC6376DA-D95C-4FA9-ABA2-B2C5C03B71D6.jpeg

1F673D89-27CC-47D2-B61E-28142E9EAA86.jpeg

6432C9CA-0C02-4100-80BA-FA69ED518724.jpeg

0F31F5BC-A8EE-4D1D-8200-192FFDE752FA.jpeg

49DCFCE2-2EBF-4415-AD4D-4E56A1B50CC9.jpeg

B2C7A6E2-2495-4CBD-9BAA-36FAFB3EE394.jpeg

... voltava já! Mas porque é que eu não nasci rica?!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:48

... que este ano não escrevia uma palavra sobre a tradicional invasão de Portugal pela emigrantada durante o mês de agosto e estava determinada a cumprir com o meu juramento até ontem. É que por causa de duas filhas da... de une belle putain que, não sendo representativas de todos os que partem deste país atrás de uma vida melhor, acabam por despertar em mim a vontade de lhes encher o focinho com croissants congelados atirados de longe (há sempre um ou uma Avec que mancha qualquer boa reputação que possam ter, sempre!). Então foi assim, praça da alimentação do Fórum Coimbra a abarrotar, 80% são emigrantes, Catarina vai comprar a sua refeição a um daqueles restaurantes que entregam uma espécie de alarme que avisa, não só ao próprio como a toda a gente presente no shopping, que a comida pode ser levantada ao balcão. Catarina munida do seu alarme vê-se à rasca para encontrar um lugar para se sentar. Catarina encontra o lugar. Dois cavalheiros almoçavam calmamente na ponta de uma mesa de seis lugares, Catarina sentou-se na ponta oposta ficando a aguardar que o catano do alarme disparasse. Catarina lembrou-se que mal se levantasse para ir buscar a comida, haveria uma batalha campal para ocupar o seu lugar. Catarina pediu desculpa por interromper a refeição dos cavalheiros e perguntou se teriam a amabilidade de lhe guardar o lugar quando fosse buscar a refeição. Os cavalheiros anuíram. O alarme tocou. Quando Catarina está prestes a chegar à mesa, uma imberbe aborrescente migrantolas apressa-se a sentar-se no SEU lugar, ignorando os avisos dos cavalheiros. Catarina sentiu uma enorme vontade de bater com o tabuleiro, que trazia nas mãos, na moleirinha da Avec, mas apenas lhe disse em bom português que aquele lugar era seu. A aborrescente ignora-a desviando o olhar, a mãe da piquena atrasada mental, que entretanto havia chegado, não pára de repetir “qu’il est tout resérve”. Catarina ainda lhe diz que não quer saber disso para nada e que aquele lugar é seu. Perante a descarada indiferença de mãe e filha, os cavalheiros convidam Catarina a sentar-se junto a eles, Catarina aceita e agradece, dizendo em voz alta enquanto passa nas costas da jovem franciú de Santa Cona do Assobio que está visto que não é em França que se obtém boa educação. A piquena, percebendo perfeitamente o que Catarina acabara de dizer, começa numa ladainha “education... bláblábláblá... France... bláblábláblá... Whiskas saquetas...”. Catarina senta-se e almoça tranquilamente enquanto troca pequenas impressões sobre o que aconteceu com os cavalheiros que lhe confidenciam que de seguida iriam à Fnac mas que nem passariam pela secção de literatura francesa. Catarina lembra-se que ali estava um belo assunto para encerrar a época de férias da bloga. E que safodam os coitadinhos dos imigras que têm que abandonar a terra, família, amigos, cães, gatos e periquitos!

36091459-CCF9-4F98-9F4F-AB5EFC1E337F.jpeg

E vocês? Estão todos bons?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:55

Ricardo,...

26.06.18

... dá-me a tua camisola!

5B139F52-C947-4821-81C5-1428C394ECD6.jpeg

Aaaaahhh... meu cigano adorado!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:11

Achava eu...

22.06.18

... que tinha chegado à cerejeira primeiro que a passarada, porque não vi uma única cereja bicada...

9998A508-BDAA-4C2E-81F6-992FC14609AA.jpeg

... apanhei as mais vermelhinhas e as que consegui alcançar, mas mal meti uma à boca percebi porque é que os passarocos não lhes tocam, não têm sequer meio grama de açúcar! Para o ano vou regá-las com água com açúcar, ai vou, vou!

EFA5AF6C-BDED-47D1-A1CA-4336AFFD4FCF.jpeg

Ah! E se calhar, junto à água um bom bocado de fermento, é que para além de serem amargas como fel, são tão enfezadinhas...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:50

Se algum dia...

19.06.18

... eu cometer um crime... vááááá... um crime económico, porque eu sou incapaz de matar um caracol e além disso este tipo de crimes compensa bastante em Portugal. Adiante, se algum dia eu desviar uns bons milhões de euros para uma conta de um sobrinho meu nas ilhas Caimão, só há uma forma de me fazer desbobinar tudinho...

D63D80A1-8A95-4214-B29F-EA3C5DD23224.jpeg

Mexam-me em todo o lado, bem ou mal, eu aguento tudo, mas tirar o excesso de pele rente às unhacas dos cascos com um alicate é coisa para me fazer transpirar e deixar-me à beira de dar um valente coice na porcaria do alicate! Tenho grande admiração pela coragem da minha esteticista, ao enfrentar esse risco de mão firme e sem hesitações, eu não seria capaz. Eu bem lhe digo que acho impressionante como é que alguém consegue pagar para sofrer daquela maneira, mas o fim acaba sempre por justificar os meios...

F65264DD-BC64-49C4-A514-2F5D327BFB57.jpeg

... até o Cabrão do Preto aprovou, passou rentinho e nem uma arranhadela!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:49

Tenho,...

13.06.18

... já não sei há quanto tempo, duas cerejeiras no meu quintal.

657BD543-F33B-470C-8E70-023579273F5C.jpeg

Foram as duas plantadas no mesmo dia, tinham precisamente o mesmo tamanho e ambas são tratadas exatamente do mesmo modo, livres como passarinhos e, sempre que tiverem sede, têm uma torneira à disposição... se não vão lá é porque não querem. Como se pode ver, uma cresceu desmesuradamente e a outra está mais raquítica. Se calhar, por não gostarem de andar tanto à solta, nunca me ofereceram uma cereja sequer, pois as poucas que tinham, os pássaros comeram sempre primeiro. Este ano, talvez por ter chovido imenso e elas não terem sentido necessidade de ir à torneira, a maior lá tem uma ou outra cereja escondida...

84C4A9B7-4391-4F00-9C0E-45C9165B2B69.jpeg

... e a mais pequena está prenha neste estado.

68EFEF54-3678-44B1-BE96-6841E2674C93.jpeg

Acho que vou juntar o útil ao agradável e amarrar o Escarumba dum Raio à árvore para tomar conta dos pássaros que se atreverem a chegar perto das cerejas antes de mim.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:44

... Quarentona, como foi o concerto? F-A-B-U-L-O-S-O! Cheguei ao recinto seriam umas 18 horas, dei uma volta para reconhecimento do terreno, localizar as casas de banho e sobretudo ver onde ficava o palco onde iria atuar a razão de eu estar ali. Já estive no NosAlive e no Super Bock Super Rock e posso vos garantir que o recinto do Primavera Sound dá quinze a zero a qualquer um dos dois. Tal como já previa, não parou de chover um minuto sequer e quando começou o concerto do Cave, já eu estava ensopadinha até aos ossos, mas mal o fantástico Nick começou a dar espetáculo, senti que valeu muito a pena cada gota de chuva que me caiu pelo corpitxo abaixo! Foi tudo perfeito, a sua pontualidade, o som, as luzes, a interação com o público e a sua enorme presença a transbordar para fora do palco e a inundar de encantamento o mar de gente que aguentou firme o dilúvio que tornou a noite ainda mais mística e memorável. Enfim, valeu bem a pena o risco de contrair uma valente pneumonia.

AF92BECA-9804-4129-8948-4FF0E6CE1239.jpeg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:40


Moi!

foto do autor




Despensa

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D