Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Celia Calle


Passados...

04.10.18

... 14 anos, ainda me vens à cabeça com quase a mesma regularidade com que uma mãe pensa nos seus filhos presentes. Nunca te vi, não sei se eras menino ou menina, branquinho ou moreno, gordinho ou mais pequenino, no entanto, não precisei de te ver para saber que te amo desde o momento em que soube que já existias em mim... um dia daremos aquele abraço tão aguardado, meu Anjo.

blogger-image--2041000870.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:34


16 comentários

Sem imagem de perfil

De goti a 04.10.2018 às 11:41

Abracinho num xi apertadinho.
Imagem de perfil

De Quarentona a 04.10.2018 às 21:44

Obrigada, querida Goti
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 04.10.2018 às 18:29

Mesmo que se trate de um "feijãozinho" deve ser sempre algo inesquecível.
Queria tecer um comentário significativo mas não sou capaz...
Deixo - te apenas o meu (ainda que virtual) carinho.
Imagem de perfil

De Quarentona a 04.10.2018 às 21:55

Foi algo que me marcou profundamente, talvez por ter sido a primeira gravidez, gravidez essa muito desejada e por ter sido de uma forma completamente inesperada. Cada mulher que passa por uma situação como esta tem a sua forma de lidar com a perda, muitas sofrem em silêncio, outras preferem esquecer e outras, apesar de já não sofrerem, não esquecem nunca que um dia geraram uma vida que partiu cedo demais, são as saudades daquilo que podia ter sido, não é fácil de explicar mas aquilo que eu sinto.
Obrigada, minha querida
Sem imagem de perfil

De Nuno a 04.10.2018 às 22:00

Apesar de no papel de pai também já perdi um filho asim e conheço essa dor acredito que para I una mãe é com a ligação biológica que uma mãe cria com o seu filho desde início seja pior muuto pior una perda que nso se apagará nunca apenas se aprende a viver com ela muita força
Imagem de perfil

De Quarentona a 04.10.2018 às 22:31

Precisamente, Nuno, obrigada
Sem imagem de perfil

De Cidália Ferreira a 04.10.2018 às 22:04

Fiquei triste com este pequeno testemunho que deu para entender!
Recuei, ao meu tempo de criança, com 7 anos, em que vi morrer uma irmã com 9 meses de vida, nos braços da minha Mãe!...(Chorei)!


Outono impiedoso. (http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/)
Beijos - Boa noite!
Imagem de perfil

De Quarentona a 04.10.2018 às 22:34

Oooohhh... eu tive uma pequena amostra da dor de perder um filho, não posso compará-la com o que a tua mãe (e tu também) sofreu... é que nem consigo imaginar.
Beijinho grande

Comentar



Moi!

foto do autor




Despensa

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D