Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Celia Calle


E eis que...

28.10.15

... surge mais um iluminadíssimo estudo, daqueles em que ainda ninguém tinha pensado e que nos leva a uma conclusão a que nós nunca na vida lá chegaríamos... este!

Em circunstâncias normais, sou uma pessoa de bom trato e adapto-me facilmente a trabalhar com todo o tipo de colegas, queixo-me das Lerdas e das Enjoadinhas, mas consigo ser profissional e cordial o suficiente para tirar o melhor partido do que essas pessoas têm para oferecer, porque sempre têm efetivamente algo de construtivo para dar. Sim, eu sei, sou uma otimista e até agora não me tenho dado mal com isso!

Mas há um tipo de pessoas que despertam em mim verdadeiros instintos homicidas: as más!!! Aquelas que por inveja, por frustação, pelo sádico prazer de fazer mal, ou por ser a única maneira que encontram para se fazerem sobressair, tentam fazer-nos a folha, prejudicar, boicotar o nosso trabalho, aquelas que passam a vida fechadas no gabinete do chefe a maldizer o nosso trabalho!

Tive a sorte de me ter cruzado durante a minha vida laboral apenas com meia dúzia dessas pessoas e o azar de uma delas ter sido minha superior hierárquica (que ainda hoje estou para saber como sobrevivi...)! Quais clientes difíceis, quais quê?! Colegas Bestas, são os que mais nos podem trazer problemas psicossociais!!!

Neste momento, tenho que lidar apenas com uma... e garanto-vos que me tem sido extremamente difícil controlar a minha vontade de a estrangular desde que reduzi drasticamente o consumo de hidratos de carbono!

sem nome.png

Forma de evitar? Encharcar-me em doces, pois então!!! E assim não há dieta que resista!!!! É este o meu problema psicossocial!!!

publicado às 10:38


26 comentários

Imagem de perfil

De Gaffe a 28.10.2015 às 10:58

Compreendo-te tão bem!
Eu tenho uma demasiado perto. É terrível e deixei de saber o que fazer. Agora tento ignorar tudo o que a bicha consegue inventar e manobrar.

Deus lhe dê muita sorte e faça com que alguém a convide para exercer as suas funções de cocó anabolizado nas Bermudas.
Imagem de perfil

De Quarentona a 28.10.2015 às 11:07

Eu também optei por falar apenas o estritamente necessário com ela, ignorar por completo o que faz a nível de trabalho, mas estar atenta, muito atenta às suas manobras maquiavélicas!!!
Eu ofereço a minha para fazer companhia à tua e que sejam ambas muito felizes
Imagem de perfil

De Gaffe a 28.10.2015 às 11:48

Atenta, estou, mas francamente não é difícil. A mulher é tão descarada!
Imagem de perfil

De Quarentona a 29.10.2015 às 10:29

O "modus operandi" é inconfundível...
Sem imagem de perfil

De Savage a 28.10.2015 às 11:27

Já tive um espécime desses aqui por perto, alguém que despertava o pior de mim, nunca imaginei sentir tanta raiva de alguém, mas ainda bem que foi transferido, senão hoje eu estaria a teclar da penitenciária de Ourique.
Imagem de perfil

De Quarentona a 29.10.2015 às 10:30

Esta gente nem imagina o perigo que corre...
Sem imagem de perfil

De suricate a 28.10.2015 às 12:26

O mal de trabalhar num local com centenas de pessoas (para cima de milhar...) é que quando era novinha caí no meio dos lobos...com 20 aninhos, acreditava que toda a gente era boa até prova em contrário, o que sofri.
Hoje com 45 going on 46 os lobos já não me metem impressão, eles arreganham-me os dentes, eu sorrio-lhes viro costas e sigo o meu caminho. Já aprendi e convivo bem com a regra: Toda a gente é má...até prova em contrário. Sou azeda? Sou, para quem merece. Quem quiser conhecer-me (e ao lado bom) vai ter de se dar ao trabalho de dar tempo ao tempo.

jinhooooooooooosssssssssss
Imagem de perfil

De Quarentona a 29.10.2015 às 10:31

Ainda não cheguei a esse ponto, mas ando tão perto, tão perto...
Imagem de perfil

De Mula a 28.10.2015 às 16:19

Se um cliente é difícil, uma pessoa atura, demore o tempo que demorar, mas o cliente vai embora, sai, desliga, wherever, o dia fica mais bonito!

Quando o problema está nos que remam ao nosso lado, mas para lado contrário, é que o dia desde que entras até que sais é um inferno... Infelizmente já tive a triste sorte de ter apanhado muita mulher má por este mundo de trabalho fora. Comecei a trabalhar muito cedo, e infelizmente o meu primeiro local de trabalho serviu para compreender como é que as coisas afinal funcionam. Que as colegas são isso mesmo, colegas, que não é suposto serem nossas amigas, e que muitas delas farão os possíveis e os impossíveis para cultivarem as inimizades. Ainda não percebi é o porquê...

Será que não acontece o mesmo com os homens, porque eles não se sentem ameaçados pelas mulheres? E como as mulheres se sentem ameaçadas, são umas cabras, volta e meia? Pois não sei...
Imagem de perfil

De Quarentona a 29.10.2015 às 10:34

É isso mesmo! Um cliente, com uma treta ou outra, despacha-se. Mas ter que gramar com mau coleguismo é dose cavalar...
Felizmente, posso dizer que tenho colegas que já são mais amigas do que colegas, é possível, sim senhora :)))
Não são só as mulheres que são umas cabras, digo por experiência própria que há homens que as superam aos pontos!!!
Imagem de perfil

De Mula a 29.10.2015 às 10:46

Já tive colegas homens muito mauzinhos... mas eram gays, não sei se conta para as estatísticas... xD porque pela minha experiência, e fora todo o tipo de preconceitos e estereótipos, conseguem ser tão fofoqueiros e tão picuinhas e tão mauzinhos como as mulheres... mas a minha amostra não é significativa, por isso, sem grandes generalizações...
Sem imagem de perfil

De suricate a 29.10.2015 às 11:19

Desculpem meter a colher, mas tenho um dado estatístico muito importante e comprovado com 25 anos de experiência: Um homem consegue ser tão besta, cascavel e coscuvilheiro como uma mulher, basta que lhe recuses convites para jantar...and so on...se não fores dessas...o resultado é simples, não foste para a cama com ele, mas nas tuas costas passas por ter ido à mesma...ou seja não foste para a cama, mas ele faz-te a cama, fiz-me entender?!

jinhooooossssssss
Imagem de perfil

De Mula a 29.10.2015 às 12:14

Felizmente nunca passei por esse problema, tirando uma situação que aconteceu e que até escrevi no blog sobre assédio, mas nem teve tempo de me fazer a cama, que eu vim logo embora. Problemas com homens só mesmo de mesquinhices porque há muitos que acham que por fazerem diferente que fazem melhor, e às vezes não quer dizer que se faz melhor ou pior, faz-se diferente, e ponto. Mas os meus maiores problemas foram mesmo com fêmeas...
Imagem de perfil

De Quarentona a 29.10.2015 às 18:53

Não vos disse, mas a besta que foi minha superior hierarquica, era um homem!
E não, não houve cá assédios nem algo parecido, era mesmo só uma besta sádica que com certeza tinha orgasmos ao ver os seus subordinados a fritar a pipoca por causa dele! Mandou uns quantos para a psiquiatria, eu escapei e ainda hoje estou para saber como...
Imagem de perfil

De Mula a 30.10.2015 às 01:33

Há realmente pessoas que se alimentam do sofrimento alheio... Enfim! A melhor chapada para essas pessoas é não nos deixarmos afectar. Sei que falar é fácil, mas pelo menos aparentar que não nos afectamos.... pelo menos isso...
Imagem de perfil

De opinandomais a 28.10.2015 às 18:32

Os estudos tem estes des(méritos) ,de ficar-mos a saber porque razão actuamos de determinada forma. Na ausência desta forma de conhecimento, fazia-mos-lhe a folha, aliviava-mos o espírito,e nunca saberia-mos o porquê. Por vezes sabe bem viver na ignorância!
Imagem de perfil

De Quarentona a 29.10.2015 às 10:35

Era bom se fosse assim tão simples, não era? Por esta altura já tinha as minhas mãos manchadas de sangue...
Imagem de perfil

De opinandomais a 29.10.2015 às 13:45

É aquilo que temos(ainda bem) "temos" de viver com aquilo quer está ao nosso dispôr!

Ps: Ó Catarina,antes manchadas com um bom tinto!
Imagem de perfil

De Quarentona a 29.10.2015 às 18:54

Pois, o que não tem remédio, remediado está!
Ou um bom branco
Sem imagem de perfil

De Yellow McGregor a 28.10.2015 às 19:52

Uffaa!
Quando comecei a ler... " E eis que..surge mais um iluminadíssimo estudo, daqueles em que ainda ninguém tinha pensado"... pensei: Não, não quero saber! Eu gosto de carne!
Mas não. Afinal o post não tinha nada a ver com o estudo da OMS :-)


... mas, pelos vistos, terá a ver com um certo tipo de "chouriças": ;-)
Imagem de perfil

De Quarentona a 29.10.2015 às 10:37

Este tipo de estudos são como os cogumelos no outono, nascem por todo o lado.
E estas "chouriças" não são cancerígenas, mas são altamente prejudiciais à saúde da mesma maneira!
Sem imagem de perfil

De Mulher a 31.10.2015 às 12:49

Body combat. É a razão por que eu não estou atrás das grades.
Imagem de perfil

De Quarentona a 01.11.2015 às 21:26

Às vezes também acho que devia arranjar algo para descarregar energias negativas!
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 02.11.2015 às 22:03

Há em todo o lado e não importa que seja homem ou mulher.
Já passei por isso, agora estou tranquila.
Imagem de perfil

De Quarentona a 03.11.2015 às 10:06

Sim, a maldade não escolhe sexo, idade e classe social...

Comentar



Moi!

foto do autor




Despensa

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D