Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Celia Calle


Determinação!

27.02.14

Ela teria na altura uns 13 ou 14 anos quando se apercebeu da existência dele, um pouco mais velho andava pelos seus 18 anos, corpo atlético, palminho de cara, era o playboy do bairro … cresceram praticamente juntos, pois suas casas ficavam frente a frente. Ele não reparava que ela crescia e que só tinha olhos para ele… ela insinuava-se mas a sua inexperiência de pré-adolescente, não cativava o interesse tão desejado… desiludida perante tanto desprezo, prometera a si própria que um dia haveria de o ter, estava determinada!

Assim, os anos foram passando e a pré-adolescência deu lugar à idade adulta, não muito madura, mas já o suficiente para prender o olhar dele. As janelas dos seus quartos alinhavam-se numa reta que permitia ver os seus interiores, ela sempre que se apercebia que ele a espreitava, provocava-o o mais que podia, deixando-o ver o seu corpo seminu e houve até vezes em que fez questão de lhe mostrar que sabia que ele a espiava, despindo-se voluptuosamente e isso deixava-o louco… ela sentia-se agora com o poder na mão, sabia que até consumar a sua promessa era uma questão de tempo e oportunidade…

Uma noite, a oportunidade surgiu. Ele geria um bar, não muito longe das suas casas, e ela aproveitando a casa vazia nessa noite, sentiu que era a altura e iniciou a sua caçada, tendo sempre em mente o que prometera aos 14 anos. Foi ter com ele e, enquanto esperava o fecho do bar, trocaram olhares, sorrisos e insinuações…

Fizeram juntos, a pé, o caminho para casa conversando sobre banalidades da vida… quase chegados ao destino, ele puxa-a para si e rouba-lhe um beijo… e ela corresponde entregando-se àquela envolvência que tanto ansiou, ele beijava bem e ela sentiu o desejo percorrer-lhe o corpo inteiro… era chegado o momento!

Ele levou-a para um recanto escuro nas traseiras do prédio, ali os seus corpos se esfregaram em beijos sôfregos… até que ela o parou, pegou-lhe na mão e conduziu-o à sua casa, ela estava no comando… é assim que ela gosta! Chegados ao quarto dela, onde tantas vezes ele desejou entrar atiçado pelos strips provocantes dela, deitou-se submisso e ela serviu-se… finalmente ela pode provar cada centímetro daquele corpo que a cativou desde cedo, ele que não conseguia falar e deixou-se levar pela inesperada atitude dela, sentiu-se tal qual uma presa prestes a ser devorada e isso agradou-lhe, muito… ela pode finalmente satisfazer a fome que acumulou durante anos, lambuzando-se naquele homem…

No fim, sentiu-se vitoriosa, lembrando os anos em que ele nem sequer havia dado pela existência dela e mandou-o partir… ele, mais tarde, voltou a procurá-la, mas ela, que já conseguira o seu objetivo, recusou-o… há coisas na vida que só valem a pena se for uma única vez, ela guarda a lembrança daquela one-nigth stand, como uma das melhores da sua vida e sabe que, quando se cruza com ele, ele também nunca mais a esqueceu!

Etiquetas:

publicado às 11:44


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Moi!

foto do autor




Despensa

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D