Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ilustração - Celia Calle


Eu bem digo...

14.06.17

... que a chafarica-mor é fértil em gente muito marada dos cornos da cabeça! Na semana passada tive que partilhar o carro de serviço com um colega muito apressado, tão apressado que mal me deixou tomar café, tive que apanhar as minhas coisas a correr e quase que tive que entrar no carro já em andamento. Não me deixou conduzir porque, dizia ele, tinha que estar em Almada antes das dez da manhã (eram oito e meia) para uma reunião importantíssima, pensei que o melhor seria anotar o dia em que ele conduziu porque o mais provável seria sair-me na rifa uma multa de excesso de velocidade, já que fui eu quem requisitou o carro. Fizemos a A1 sem parar, mas a 120km/h e quando chegámos ao fim da mesma, dizendo que me ia ensinar um caminho novo para chegar a Almada, em vez de sair para o Eixo Norte-Sul seguiu pela Ponte Vasco da Gama... perguntei se não era muito mais longe, disse que sim que era um bocadinho (?), insisti e questionei se ainda assim ganhava-se tempo, respondeu que não mas que preferia aquele caminho por ser mais confortável (?)...

IMG_0752.JPG

.... chegámos ao destino perto das onze horas!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:17

Não sou...

19.10.16

... ciumenta. Mesmo nada, mas já fui. Não do género de berrar e espernear, pelo contrário, sofria em silêncio, roía o ciúme miudinho, corrosivo e engolia-o, sem água, sem nada, até desaparecer. Hoje, detesto ciúmes, seja de que tipo for, se já me faz confusão os ciúmes num casal, mais ainda me confunde o ciúme numa amizade, daquelas simples mas inteiras onde não pode haver lugar para a possessividade. Mas nunca na vida conheci alguém que levasse a ciumeira ao extremo...

IMG_0895.JPG

... e ainda não consegui parar de rir!!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:30

A sério, da...

22.07.16

... próxima vez que me der na mona a panca de me balançar agarrada a uma corda pendurada numa árvore na beira do rio, esperançosa de um mergulho espetacular e divertido, como se tivesse 20 anos e pesasse 55 kg...

image.jpeg

... pelas vossas alminhas, enfiem-me uma melancia na cabeça! E assim ajudam-me a evitar um estiramento nas articulações dos dedos da mão! Foda-se que esta merda dói comó caralho!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:33

Nunca posso...

21.06.16

... dizer nunca! Entre as muitas modas e manias, há uma que eu sempre afirmei a pés juntos que nunca embarcaria: Zumba! Eita coisa irritante! Tenho inúmeros amigos que a praticam (pode-se dizer praticar?), inundam o Fronhas Book com fotos e eventos daquilo, dizem maravilhas, que é super divertido e perrépéupéu pardais ao ninho, nada nem ninguém conseguiu convencer-me a alinhar naquela espécie de aeróbica com música azeiteira... até que na festa da escola do puto, quando finalmente tivemos a escola por nossa conta para o arraial dos pais e dos filhos que resistiram à estopada das apresentações "artísticas", um grupo juntou-se no campo de jogos a dançar umas coreografias da zumba. Eu que, de mini na mão, encostada à parede da escola, me limitava a observá-los, senti uma vontade súbita de me juntar quando comecei a ouvir isto:

Eh pá, não digam a ninguém que eu senti o meu corpo a mexer-se ao som deste lagar de azeite ao ponto de me juntar ao grupo e dançar até ficar sem fôlego, a verdade é que esta música, não sei explicar porquê, mexeu de tal maneira comigo que até me pôs a ponderar uma inscrição no catano da zumba!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:38





Despensa

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D