Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Celia Calle


... a conviver com os já tradicionais incêndios de verão, onde de vez em quando se perdiam algumas casas, muitos barracões, tratores e máquinas agrícolas, um carro aqui e ali e, lamentavelmente, muitos bombeiros que lutavam cara a cara com o fogo... mas nada nos poderia preparar para uma tragédia como esta... eu não consigo imaginar a aflição e agonia das mais de 120 almas que o fogo encurralou no desespero da fuga para um lugar seguro ou na tentativa de proteger as suas casas e os seus pertences (62 mortos e 62 feridos), não tenho palavras para descrever o que sinto em relação a isto... como é possível uma coisa destas acontecer em pleno século XXI, num país da Europa?!

IMG_2077.JPG

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:52


13 comentários

Imagem de perfil

De Fred Somiar a 19.06.2017 às 08:07

Como sempre vão existir perguntas sem respostas!
Se Portugal tem estado na crista da onda nos últimos tempos pelos melhores motivos, agora...vão haver sempre vozes a insurgirem-se contra a forma como politicamente este flagelo é tratado ano após ano!
Independentemente disso, foi uma tragédia sem precedentes e ainda hoje estou arrepiado com tudo isto!
Nem é bom pensar na agonia dos que pereceram e no desespero dos que tudo perderam! Pensar nas famílias que ainda estarão sem notícias sobre os famíliares também não é fácil!
Que tragédia.

Eterno Sonhador
Imagem de perfil

De Quarentona a 19.06.2017 às 22:41

Tenho lido muito sobre este caso (acho que até demais) e a conclusão a que chego é que será muito difícil alterar grande parte das condições que levaram a esta tragédia, refiro-me àquelas que estão ao alcance de todos nós mudar. Há interesses instalados, mas também há um enorme desleixo da grande maioria das pessoas, há que cada um contribuir com a sua parte para a prevenção e não ficar à espera que seja o Estado a dar solução para tudo. É o que penso...
Imagem de perfil

De Chic'Ana a 19.06.2017 às 09:06

Não há palavras...
Imagem de perfil

De Quarentona a 19.06.2017 às 22:42

Não há muitas, não... :((((
Sem imagem de perfil

De Cidália Ferreira a 19.06.2017 às 09:28

Não dá para explicar!

Acredito que muitos morreram de aflição e depois sim, queimadas. Todas as mortes são horríveis, mas morrer queimado deve ser a pior das mortes.

Há 8 anos ia morrendo queimada nas chamas e só eu sei a aflição de querer libertar-me e não conseguir, estar a ser devorada pelas chamas, pedir socorro...enfim não tem explicação. Estou em choque. Ninguém imagina o que sofrem os queimados nos hospitais, apesar de, terem a morfina. Nem digo mais nada. Só tive 35% do corpo queimado...

Paz profunda para quem partiu.

beijo
Imagem de perfil

De Quarentona a 19.06.2017 às 22:47

Tu deves ter uma pequena ideia do que é aquilo que eu não consigo mesmo imaginar... essa aflição não te marcou apenas o corpo, pelas vezes que falas das tuas cicatrizes, marcou-te também profundamente a alma...
Um abraço apertado, Cidália, imagino que não te seja nada fácil de assimilar esta tragédia :((((
Sem imagem de perfil

De Savage a 19.06.2017 às 10:55

Verdade... estou sem palavras!
Invade-me um enorme tristeza... e um sentimento de frustração, por não conseguir fazer nada.
Imagem de perfil

De Quarentona a 19.06.2017 às 22:48

Frustação e vergonha alheia, Savage Maria... :((((
Imagem de perfil

De HD a 19.06.2017 às 18:37

Que desgraça, ninguém previa um cenário assim devastador... :(
Imagem de perfil

De Quarentona a 19.06.2017 às 22:50

É isso que me surpreende, tantos anos de "experiência" com incêndios e como é que se permitiu um drama destes?! Não há explicação... :((((
Imagem de perfil

De pimentaeouro a 21.06.2017 às 22:12

Modéstia à parte, o meu post" Portugal continuara a arder" explica porquê.
Imagem de perfil

De Quarentona a 22.06.2017 às 07:35

Já lá vou ver ;)))

Comentar






Despensa

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D