Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ilustração - Celia Calle


"Ah e tal...

15.05.17

... a canção do Salvador até é bonita, mas não é festivaleira!", foi a frase que mais ouvi e li enquanto defendia a qualidade e beleza do tema, mas afinal, tanto não é festivaleira que ganhou o Festival da Eurovisão, tal como sempre acreditei desde que ouvi os seus primeiros acordes. Tantos anos a concorrer com canções "festivaleiras" e quase que aposto que se somarmos os pontos que conseguiram ganhar não chegam ao resultado histórico e inédito alcançado por quem teve a audácia de ser apenas diferente. E simples. Provavelmente teremos que rever o conceito de "canção festivaleira"...

Lá diz o povão, e bem, o mundo é dos audazes. Obrigada, manos Sobral por ousarem remar contra a corrente, por saírem da caixa, ou simplesmente por serem diferentes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:31

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:

publicado às 11:32

Bom dia!

12.05.17

Acabadinha de acordar, só me apetece dizer à malta que foi acender uma velinha à Nossa Senhora a pedir para que chova de tal maneira de modo a que aqueles ranhosos que tiveram a sorte de beneficiar da tolerância de ponto não possam ir à praia, que eu também sou contra a tolerância concedida, mas com chuva ou sem chuva, a verdade é que está a saber-me pela vida, oh se está!

IMG_1357.JPG

Obrigada, Papa Francisco, volta sempre que quiseres, sim?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:35

E perguntam...

11.05.17

... vocês, Quarentona, o que achaste da semifinal do Eurovisão? Estive atentamente a ver e ouvir (mais a ver do que a ouvir, porque mesmo com os olhos semi cerrados, era impossível não ver tanto brilho faíscante, mas nada que uns bons óculos escuros não resolvessem e só tive que aumentar o som da TV quando foi a vez do Salvador) e no meio de mamas, lantejoulas, mamas, véus esvoaçantes, mamas, fogo de artifício, mamas, gritaria, mamas e uma trança com bíceps tonificados, eis que a simplicidade do puto "arrogante" triunfa!

É... muitas vezes a descontração, própria de quem está seguro de que o que faz é bom, é confundida com arrogância... eh pá... já eu gosto tanto da pinta deste puto!

#salvadorable

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:35

A amizade...

10.05.17

... não tem idade, não tem género, não tem cor, não tem raça, não tem credos, não tem partidos, não tem clubes, não tem orientação sexual, não tem filosofias de vida, não tem preferências de qualquer espécie, na amizade não há espaço para diferenças, ela não é exclusiva de uma espécie e ontem perdi uma Amiga...

IMG_1933.JPG

... a única que tinha por mim, não sendo a sua dona e nem a visitando todos os dias, a amizade mais genuína, mais despretensiosa, mais desinteressada e mais pura. Sempre que me via, saltava para o meu colo, enchia-me de beijos, aninhava-se no meu colo, e quando estava frio, enfiava-se por entre as minhas camisolas e ali ficava bem juntinho ao meu coração... a saudade acabou de ganhar mais um nome, Kika ecoará na sua imensidão...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:16

É conhecido...

09.05.17

... o amor que nutro pela Tamanca, não só aqui mas também na chafarica-mor, a chefia já sabe, os colegas já sabem e até a própria já sabe. Já trabalho diretamente com ela há 8 anos e nos primeiros 2/3 anos (enquanto não a conhecia) a coisa até nem correu muito mal, a harmonia azedou no dia em que fui chamada à chefia para "levar nas orelhas" por causa algo que supostamente deveria ter feito e não fiz. Cedo me apercebi que aquilo tinha dedo da criatura, salvou-me o facto de ela não ter tido um pingo de razão naquilo que foi meter no cu transmitir à chefe, apresentada a minha justificação, chegámos à conclusão de que a atrasada tentou enaltecer-se através da denúncia de, achava ela, uma falha minha. Escusado será dizer que a partir daí, a gaja nunca mais me viu os dentes e estou sempre muito atenta a todas as suas movimentações, antecipando-as. Ultimamente, talvez pela mudança de chefe, a tipa anda mais assanhada e para além das rasteiras que inutilmente me tenta pregar, também tem marrado com outros colegas, pelo que têm-me chegado inúmeras queixas e por aí vejo que ela tem andado entretida a colecionar "fãs", por isso quero aqui declarar publicamente que se acontecer alguma coisa à criatura, tipo, aparecer com um braço ao peito ou sem dentes, eu não tenho nada a ver com isso, isto porque os anos de convivência com ela foram...

IMG_1901.JPG

Não preciso de sujar as minhas mãos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:31

Ontem foi...

08.05.17

... o Dia da Mãe. Como sabem, esta chafarica encerra aos fins de semana, feriados, férias e tolerâncias, porque a gerência adora aproveitar o tempo livre que tem nesses dias para curtir o que de melhor a vida tem para lhe oferecer, por isso e porque também encontrei este cartoon tão giro na net, que estava mortinha para vos mostrar, desejo a todas as mamãs clientes desta casa um feliz dia seguinte ao Dia da Mãe!

IMG_1195.JPG

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:23

Bom fim de semana :)))))

Autoria e outros dados (tags, etc)

Etiquetas:

publicado às 09:22

Nem só de...

05.05.17

... de colegas tipo a "mais querida" (que doravante passarei a denominar de "tamanco", por ser elegante como um tamanco, por ser bruta como um tamanco e por ser burra que nem, precisamente, um tamanco), vive a chafarica-mor. Desde que entrei para esta casa, há 17 anos, que uma colega que não trabalha diretamente comigo e nem é "amiga-colega", daquelas a quem abro as portas da minha casa e que privam comigo e com a minha família, cumpre um ritual: todos os anos partilha comigo um punhado das primeiras cerejas que compra a um preço proibitivo, só porque numa das nossas primeiras conversas eu referi que adorava cerejas...

IMG_1920.JPG

... esta sim, merece o adjetivo Querida, sem aspas!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:21

E perguntam...

04.05.17

... vocês, Quarentona, como é? Estás em forma para enfrentar o verão e o bikini de cabeça erguida? Meus caros, esta mania que eu tenho de me atirar, não a tudo o que mexe, mas a tudo o que jaz inerte, fumegante ou não, cheiroso com certeza e deliciosamente apetecível, normalmente em cima de uma mesa e invariavelmente debaixo do meu nariz, dizia eu que essa minha mania tem as suas consequências, de maneiras que neste verão serei uma parente muito próxima desta menina aqui em baixo...

Portanto, podem tirar as vossas ilações...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:28





Despensa

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D